A autora desse projeto, Cris Piloto, é natural do estado do Rio de Janeiro, Brasil, e viveu muitos anos na Zona Sul da capital. A proximidade com a realidade das favelas e a sempre a fez sentir pessoalmente tocada pelo fato de que as favelas expõem visualmente a sociedade fragmentada que vivemos nos tempos atuais.

Cris propõe uma reflexão como artista de como as favelas são naturalmente um enorme mosaico visual representando essa fragmentação social – onde cada grupo vive isoladamente. E essa fragmentação se espalha e reflete por toda a cidade e a sociedade. As pessoas vivem cada fez mais em fragmentos isolados ao invés de uma sociedade harmônica, como deveria ser.

Hoje em dia, Cris vive na Itália, e o projeto continua com o propósito de criar diálogos entre as camadas da sociedade e suas fronteiras (que muitas vezes são invisíveis). Os mosaicos aqui nesse programa representam os conceitos de (RE)construção e (RE)conciliação entre as partes fragmentadas da sociedade.

Auto retrado de Cris Piloto
Mosaico de Cris Piloto “visit to Rio”