Criatividade, artes & cultura.

Pesquisas, conteúdo e experiências.

COMO FOI VIAJAR NA PANDEMIA?

Tudo está diferente
“Em caso de emergência, máscaras de oxigênio cairão automaticamente. Retire a sua máscara cirúrgica e coloque a máscara de oxigênio…”
Desde as orientações de comportamento em caso de emergência até o fluxo de oxigênio no cérebro do viajante por conta das máscaras cirúrgicas, tudo mudou. Viajar foi uma coisa estranha e cansativa. Fiz um trajeto de quase 8 horas com máscara que antes era feito em 1:30. Sempre com a máscara PFF2, que tem um filtro para me proteger de contaminação, eu senti um cansaço diferente.
Tudo está mais vazio de gente e mais cheio de precauções e orientações. Tem um ar de tensão que parece nostalgia no ar.
Essa experiência de explorar uma nova viagem e poder atravessar uma fronteira me bateu quase como um ato egoísta, mas ao mesmo tempo, quero ser uma voz para compartilhar a verdade do que está acontecendo por aqui. A gente aqui está vivendo outra fase, mas ainda não é considerada pós-pandemia porque sabemos que ainda não passou. Estamos tentando viver uma coexistência com o vírus e isso é uma nova fase que precisa de uma evolução comportamental.
Para mim, foi uma viagem cheia de (re)descoberta que eu achava que não viveria de novo tão cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *