Criatividade, artes & cultura.

Pesquisas, conteúdo e experiências.

COMO FOI VIAJAR NA PANDEMIA?

Tudo está diferente
“Em caso de emergência, máscaras de oxigênio cairão automaticamente. Retire a sua máscara cirúrgica e coloque a máscara de oxigênio…”
Desde as orientações de comportamento em caso de emergência até o fluxo de oxigênio no cérebro do viajante por conta das máscaras cirúrgicas, tudo mudou. Viajar foi uma coisa estranha e cansativa. Fiz um trajeto de quase 8 horas com máscara que antes era feito em 1:30. Sempre com a máscara PFF2, que tem um filtro para me proteger de contaminação, eu senti um cansaço diferente.
Tudo está mais vazio de gente e mais cheio de precauções e orientações. Tem um ar de tensão que parece nostalgia no ar.
Essa experiência de explorar uma nova viagem e poder atravessar uma fronteira me bateu quase como um ato egoísta, mas ao mesmo tempo, quero ser uma voz para compartilhar a verdade do que está acontecendo por aqui. A gente aqui está vivendo outra fase, mas ainda não é considerada pós-pandemia porque sabemos que ainda não passou. Estamos tentando viver uma coexistência com o vírus e isso é uma nova fase que precisa de uma evolução comportamental.
Para mim, foi uma viagem cheia de (re)descoberta que eu achava que não viveria de novo tão cedo.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *