CREATIVE ACTIVITIES | PHOTOGRAPHER

JUNG E A VISITA À RAVENNA

Durante sua viagem ao norte da Itália, em 1910, Carl Gustav Jung encantou-se com a região e fez uma visita mais demorada na cidade de Ravenna. Esteve no Mausoléu de Galla Placidia, imperatriz romana, esposa de Constâncio III.

Interior do Galla Placidia. Ravenna, 2020. Foto: Cris Piloto

Vinte anos mais tarde, ele volta à Ravenna e novamente a visita causa-lhe um estranhamento. Fica fascinado com os mosaicos que revestem o interior do Batistério, do Mausoléu e da Igreja Católica. Todas essas construções tem um exterior muito simples que contrasta com o luxo da decoração interna. Dentro, todo o espaço é decorado com mosaicos magníficos. São cenas religiosas e vários personagens que se misturam entre o Imperador e o Cristo. Todas as paredes são decoradas com pequenas téssalas de vidro e esmalte colorido e algumas partes revestidas de ouro.

Detalhe do mosaico do mausoléu de Galla Placidia. Ravenna, 2020. Foto: Cris Piloto

Os mosaicos de Mausoléu da Imperatriz romana são os mais antigos de todo sítio histórico de Ravena. Em seu livro “Memórias, Sonhos e Reflexões “, Jung relata sobre esse tour pela cidade italiana, descrevendo cada local que percorreu.

Diz ele: “Essa experiência de Ravenna é uma das ocorrências mais singulares da minha vida” (p. 285).
As sensações que a arte musiva lhe causou acabaram influenciando algumas de suas produções artísticas que ilustram os textos e diálogos do Livro Vermelho.

Eu e a Cris tivemos a oportunidade de fazer a visita à Ravenna em janeiro de 2020. Seguimos o tour oficial da Arquidiocese de Ravenna, entidade responsável pela custódia e recepção turísticas aos monumentos reconhecidos pela UNESCO com os mosaicos bizantinos. 

Marise em frente ao mausoléu da Galla Placidia. Ravenna, 2020.

 

1 thought on “JUNG E A VISITA À RAVENNA

  1. Tais fotos são um expressivo material para complementar a leitura da viagem de Carl Gustav Jung a Ravena, em Memórias, Sonhos e Reflexões. Gostei muito, inclusive porque estou exatamente nessa parte do livro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *